Projeto de biodigestor e fotobiorreator para produção e purificação de biogás a partir da codigestão anaeróbia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.14244/engurbdebate.v4i2.119

Palavras-chave:

microalgas, processos biológicos, resíduos orgânicos, biorreatores

Resumo

As emissões globais de dióxido de carbono (CO2) têm aumentado de forma contínua e progressiva desde a revolução industrial. Nas últimas décadas, o cenário de emissões só se agravou, passando de 9,34 milhões de toneladas em 1960 para 36,44 milhões de toneladas em 2019. A concentração crescente de CO2 atmosférico é atribuída, principalmente, ao consumo e a queima dos combustíveis fósseis, os quais correspondem a mais de 80 % da demanda mundial de energia primária. Buscando contribuir com a mitigação das emissões de gases de efeito estufa, a produção de biogás no Brasil tem avançado nos últimos anos, e vem recebendo incentivos de setores públicos e privados. O uso de fontes não convencionais para a geração de energia como os resíduos orgânicos urbanos e as biomassas residuais provenientes de processos agroindustriais e/ou agrícolas despontam como alternativas interessantes. Nesse sentido, este trabalho tem como objetivo desenvolver o projeto de biorreatores em escala de bancada para geração e purificação de biogás. Para o desenvolvimento do projeto dos biorreatores foi utilizado o software Inventor da Autodesk®. Finalizado o projeto foi realizada a construção dos biorreatores, que serão utilizados em trabalhos futuros para a produção e purificação de biogás produzido a partir da codigestão anaeróbia de resíduos orgânicos urbanos e agroindustriais. O biogás produzido será purificado através da captura fotossintética do carbono por meio da utilização de microalgas.

Biografia do Autor

Augusto Paes Villas Boas, Pontifícia Universidade Católica de Campinas

Tem experiência na área de projeto e desenvolvimento de sistemas de reciclagem de matéria e otimizações de processos implementados. Reciclagem e Sustentabilidade com ênfase em Engenharia Química, Materiais Compósitos e Fibra de Carbono. Matemática Aplicada com ênfase em Otimizações de Processos e Biomimética. Metal - Mecânica, projeto e construções metálicas, Usinagem com ênfase em torneamento de precisão.

Betânia Hoss Lunelli, Pontifícia Universidade Católica de Campinas

Professora e pesquisadora da Pontifícia Universidade Católica de Campinas e docente permanente do Programa de Pós Graduação em Sistemas de Infraestrutura Urbana. É diretora adjunta da Faculdade de Química e coordenadora do curso de Engenharia Química desde 2018. No período de 2010 a 2016 realizou dois pós-doutoramentos, o primeiro entre 2010 a 2014 na Faculdade de Engenharia Química da Universidade Estadual de Campinas e o segundo no período de 2014 a 2016 no Departamento de Hidráulica e Saneamento da Escola de Engenharia de São Carlos (USP). Possui graduação em Engenharia Química pela Universidade do Sul de Santa Catarina (2003), mestrado (2007) e doutorado (2010) em Engenharia Química pela Universidade Estadual de Campinas. Seu foco de pesquisa atual é avaliar a viabilidade técnico-econômica e ambiental da digestão anaeróbia de resíduos orgânicos urbanos e agroindustriais para geração de fontes alternativas de energia.

Referências

ANGELI, J. R. B. et al. (2018). Digestão anaeróbica e integração em escala urbana: feedback e estudo de caso comparativo.

Energia, Sustentabilidade e Sociedade, v. 8(1), p. 29.

ARAUJO, A. P. C. (2017). Produção de biogás a partir de resíduos orgânicos utilizando biodigestor anaeróbico.

Monografia. Universidade Federal de Uberlândia, Belo Horizonte, MG, 2017.

ARUN, S.; SINHAROY, A.; PAKSHIRAJAN, K.; LENS, P. N.

(2020). Algae based microbial fuel cells for wastewater treatment and recovery of value-added products. Renewable and Sustainable Energy Reviews, v. 132, 110041. doi.org/10.1016/j.rser.2020.110041

CHEW, K. R.; LEONG, H. Y.; KHOO, K. S.; VO, D. V. N.; ANJUM, H.; CHANG, C.K.; SHOW, P.L. (2021). Effects of

anaerobic digestion of food waste on biogas production and environmental impacts: a review. Environmental Chemistry Letters, v. 19(4). doi.org/10.1007/s10311-021-01220-z

EPA – Environmental Protection Agency (2021). Global Greenhouse Gas Emissions Data. Disponível em: https://www.epa.gov/ghgemissions/global-greenhouse-gas- emissions-data Acesso em: 12 ago. 2023.

LI, J.; LI, X.; YANG, Z.; TANG, T. T. (2020). Effects of cellulose on polycyclic aromatic hydrocarbons removal and microbial community structure variation during anaerobic digestion of sewage sludge. Journal of Environmental Science and Health, Part A, v. 55(9), p. 1104–1110. doi.org/10.1080/10934529.2020.1771958

NAGARAJAN, D.; VARJANI, S.; LEE, J.; CHANG, S. (2021).

Sustainable aquaculture and animal feed from microalgae- Nutritive value and techno-functional components. Renewable and Sustainable Energy Reviews, v. 150, 111549. doi.org/10.1016/j.rser.2021.111549

ONYEAKA, H.; MIRI, T.; OBILEKE, K.; HART, A.; ANUMUDU, C.;

AL-SHARIFY, Z. T. (2021). Minimizing carbono footprint via microalgae as a biological capture. Carbon Capture Science & Technology, v. 1, 100007. doi.org/10.1016/j.ccst.2021.100007

SEEG (2022). Disponível em: http://seeg.eco.br Acesso em: 04 dez. 2022.

Downloads

Publicado

2024-03-18

Edição

Seção

Geotecnia e Geoprocessamento